kinetic logo
home
Com o aumento exponencial dos gases poluentes contribuintes para o efeito de estufa, surgiram também normas de emissão de gases de escape mais restritivas.
Os primeiros "Filtros de partículas" (FAP) ou "Diesel Particle Filter" (DPF), começaram a aparecer pela primeira vez à cerca de uma década, e equipam todas as viaturas Diesel no presente mercado.
FAP ou, em inglês DPF, são termos genéricos que descrevem os sistemas destinados a reduzir a percentagem de partículas poluentes, denominadas por "soot", presentes nas emissões de gases de escape dos motores diesel.

O QUE É UMA REGENERAÇÃO?

O filtro de partículas é uma barreira seletiva, que aprisiona cerca de 90% das substâncias poluentes presentes nos gases de escape, desta forma impedindo que sejam libertadas para a atmosfera. Mas logicamente à medida que as vai retendo no filtro, irá com o tempo ficar progressivamente mais restringido, impedindo eventualmente o funcionamento normal do motor, devido ao respetivo aumento da contra-pressão ou "back-pressure". A "regeneração", é o processo controlado eletronicamente pela centralina, pelo qual se queima toda essa matéria acumulada, fazendo um "reset" a todo este sistema.

EM QUE CONSISTE ESSE PROCESSO?

Existem diferentes formas de se realizar a regeneração, seja através de um aditivo diesel injetado diretamente no depósito de gasóleo, como também através de um injetor independente adicional colocado antes da FAP, ou ainda pela ocorrência de uma injeçao adicional intra-cilíndrica. Independentemente do método, o objetivo é sempre elevar a temperatura dos gases de escape a um valor ligeiramente superior ao ponto de combustão das partículas de fuligem ("soot") aprisionadas, que é de aproximadamente 600ºc.